• Bem-vindo/a Convidado

    O ForUMM/For-UMM é um espaço público on-line de debate de temas ligados aos veículos da marca UMM, aberto a todos os interessados que nele queiram participar de acordo com as condições especificadas em Termos e Regras – ver no fim da página.

    Sem registo, não terá acesso à totalidade da informação que consta nesta plataforma!

    Após o registo deverá apresentar-se à comunidade, seguindo as regras apresentadas no momento de se apresentar. Após a aprovação da apresentação estará pronto para participar no ForUMM/For-UMM em toda a sua plenitude.

    Junte-se a nós! Esta comunidade recebe com gosto quem quer participar.

    A Administração, ForUMM.

Longarinas / chaparia - Conservação

nxummjip

UMMzito
Registo
3 Mai 2010
Mensagens
104
Localização
Portugal
Estou a preparar a conservação do meu UMM, para tal agradeço que me ajudem:
1) Como é que devo eliminar a corrosão do interior das longarinas?
2) O que devo fazer para as conservar e não voltar a ter corrosão?
3) Acham que devo mandar metalizar?

Obrigado desde já pelas vossas opiniões.
Pedro
 

MarioMachado

UMMzão
Registo
31 Out 2008
Mensagens
3.828
Localização
Portugal
Já estás a começar bem, não tarda nada Vais ter tantas sugestões para o tratamento das longarinas que nem sabes o que fazer.
Por mim posso sugerir que compres um produto que neutraliza a ferrugem com uma pistola de parafinar dás uma boa dose do produto injetando através dos vários ori fícios existentes ao longo das longarinas.
Com esta medida não só estará a evitar o avanço da corrusão já instalada como irá evitar novos focos de corrusão.
Abraço
 

toz

UMM
Registo
31 Mar 2006
Mensagens
1.892
Localização
Portugal
Boa noite.
Eu apenas raspo bem a superficie, desengorduro e depois tinta "Amerite" para cima e depois desengorduro outra vez e anti-gravilha para cima.
Pessoalmente não gosto das parafinagens.

Cumprimentos.
Tozé.

www.UMMistas.com
Sócio nº 3



Deus é bom, mas o vinho...
 

MarioMachado

UMMzão
Registo
31 Out 2008
Mensagens
3.828
Localização
Portugal
quote:Originally posted by nxummjip

O problema é o interior do tubo retangular
PD
Eu sei, por si só já é uma tarefa bastante complicada, por isso é que tens de usar uma pistola de parafinar e com a pressão do compressor sempre no máximo!
Usa e abusa do produto, mesmo que escorra para o chão não tem problema, só tens que lavar o chão logo que possível para não ficar todo manchado.
Procura numa drogaria ou casa de tintas um conversor de ferrugem, depois colocas o produto na pistola só tens que o fazer chegar a todos os pontos possíveis do interior das longarinas, usa os vários furos das mesmas para o conseguires.
Pessoalmente já fiz alguns trabalhos de tratamento de ferrugem com este tipo de produto, e os resultados foram muito bons, curiosamente o melhor que encontrei é da marca Arco Íris, muito bom mesmo!
Entretanto vamos aguardar para ver que outras sugestões possam surgir.
 

PedroUMM

UMMzão
Registo
31 Mar 2006
Mensagens
3.238
Localização
-
Até agora a forma mais eficaz que vi de tratar o interior das longarinas foi a solução encontrada pelo ******* no restauro do SoBe, pode ser trabalhosa a forma mas tratamento mais profundo não existirá.

Ou seja, retirar os topos das longarinas e trata-las como descreve o Mario Machado, com uma mangueira de parafinar e toca a mandar conversor de ferrugem lá para dentro, o melhor é o ácido fosfórico quase puro, depois é uma questão de paciência e ir retirando as sobras da reacção do ácido e continuar a aplicar até haver quase certezas que não há corrosão. De seguida e para terminar o tratamento é meter lá para dentro cera aos molhos com a mangueira de parafinar, a cera vai impedir que entre oxigénio e sem oxigénio não há corrosão. Cera a mais nunca é demais...

A seguir é fechar os topos das longarinas com soldadura tig ou mig/mag ou na falta destas penso que electrodo de inox seja razoavel.








De todas as sementes confiadas à terra, é o sangue derramado pelos mártires que faz levantar as mais copiosas searas
 

toyo

UMM
Registo
1 Out 2009
Mensagens
422
Localização
Portugal
Boas pessoal,
tendo a parafina uma temperatura muito baixa para se tornar liquida (cerca de 30 e tal graus) será uma boa opção para lá por? Isso depois não vai derreter tudo e a chapa não irá ficar novamente ao ar???


quote:Originally posted by PedroUMM

Até agora a forma mais eficaz que vi de tratar o interior das longarinas foi a solução encontrada pelo ******* no restauro do SoBe, pode ser trabalhosa a forma mas tratamento mais profundo não existirá.

Ou seja, retirar os topos das longarinas e trata-las como descreve o Mario Machado, com uma mangueira de parafinar e toca a mandar conversor de ferrugem lá para dentro, o melhor é o ácido fosfórico quase puro, depois é uma questão de paciência e ir retirando as sobras da reacção do ácido e continuar a aplicar até haver quase certezas que não há corrosão. De seguida e para terminar o tratamento é meter lá para dentro cera aos molhos com a mangueira de parafinar, a cera vai impedir que entre oxigénio e sem oxigénio não há corrosão. Cera a mais nunca é demais...

A seguir é fechar os topos das longarinas com soldadura tig ou mig/mag ou na falta destas penso que electrodo de inox seja razoavel.








De todas as sementes confiadas à terra, é o sangue derramado pelos mártires que faz levantar as mais copiosas searas
Que cera é essa?
O conversor de ferrugem não vai proteger a chapa certo? Simplesmente vai converter a ferrugem existente na altura por reacção quimica.
Depois se ficar ao ar vai ganhar novamente ferrugem...
Essa cera depois vai proteger a longo prazo a chapa?

Visto ser necessário retirar os topos das longarinas, não será uma tarefa para se fazer frequentemente..

Obviamente, mesmo depois do melhor tratamento que se der na chapa, depois quando se soldar os topos das longarinhas, a solda do lado de dentro poderá voltar a enferrujar porque não terá tratamento algum.. Mas isso já seria um problema menor..

Eu já pensei fazer um trabalho deses até porque o interior das longarinas do meu umm têm muita ferrugem, lama (porque estão abertas à frente), etc...

Cummprimentos


Hugo Castro





Em:
https://for-umm.pt/oldthreads/9410
 

ACardoso

UMM
Registo
6 Nov 2011
Mensagens
357
Localização
Portugal
O conversor de ferrugem só faz festas á ferrugem, não me convence para nada, se dai a uns dias forem lixar o conversor a oxidação está la toda debaixo...
Sé se retira oxidação (ligeira) com ácido cloridrico concentrado ou produtos á base deste ou então á base de muito suor e de escovilhão.
Se dentro das longarinas já existir "cascão" esquece... retira o que puderes e até onde chegares (eu pelos topos consegui meter um escovilhão num cabo) e depois é cera com fartura (ainda me falta fazer isto) e não dá para muito mais.
O cancro já lá está (sem cura) a cera só atrasa pois evita que oxigénio chegue á chapa.
Ainda me falta fazer uns furos por debaixo para facilitar a saída da agua e para secagem pois a falta de arejamento também é uma fonte de corrosão.

https://for-umm.pt/oldthreads/18188
http://portugal.portalclassicos.com/topic/12687-mehari-plage/
 
Registo
1 Out 2008
Mensagens
1.642
Localização
Portugal
Olá.O Conversor de Ferrugem , deve-se aplicar depois de tirar a maior parte da Ferrugem , escovando-a raspando etc, e depois aplicas-o , deixas atuar 24H e Lavas com agua, sim , com agua , deixas secar bem e depois aplicas um primario , e finalmente a tinta , como diz o nome este faz, a conversão da Ferrugem, quimicamente , agora puxando a brasa a minha sardinha... posso-te falar concretamente no Conversor de Ferrugem da Barbot , produto que eu vendo ,e que contem uma grande e boa percentagem de Acido Fosforico, alem de Primarios Industriais que te posso indicar , Bom Restaurumm e Cummprimentos.

jsilva
 

PedroUMM

UMMzão
Registo
31 Mar 2006
Mensagens
3.238
Localização
-
quote:Originally posted by toyo

Boas pessoal,
tendo a parafina uma temperatura muito baixa para se tornar liquida (cerca de 30 e tal graus) será uma boa opção para lá por? Isso depois não vai derreter tudo e a chapa não irá ficar novamente ao ar???


quote:Originally posted by PedroUMM

Até agora a forma mais eficaz que vi de tratar o interior das longarinas foi a solução encontrada pelo ******* no restauro do SoBe, pode ser trabalhosa a forma mas tratamento mais profundo não existirá.

Ou seja, retirar os topos das longarinas e trata-las como descreve o Mario Machado, com uma mangueira de parafinar e toca a mandar conversor de ferrugem lá para dentro, o melhor é o ácido fosfórico quase puro, depois é uma questão de paciência e ir retirando as sobras da reacção do ácido e continuar a aplicar até haver quase certezas que não há corrosão. De seguida e para terminar o tratamento é meter lá para dentro cera aos molhos com a mangueira de parafinar, a cera vai impedir que entre oxigénio e sem oxigénio não há corrosão. Cera a mais nunca é demais...

A seguir é fechar os topos das longarinas com soldadura tig ou mig/mag ou na falta destas penso que electrodo de inox seja razoavel.








De todas as sementes confiadas à terra, é o sangue derramado pelos mártires que faz levantar as mais copiosas searas
Que cera é essa?
O conversor de ferrugem não vai proteger a chapa certo? Simplesmente vai converter a ferrugem existente na altura por reacção quimica.
Depois se ficar ao ar vai ganhar novamente ferrugem...
Essa cera depois vai proteger a longo prazo a chapa?

Visto ser necessário retirar os topos das longarinas, não será uma tarefa para se fazer frequentemente..

Obviamente, mesmo depois do melhor tratamento que se der na chapa, depois quando se soldar os topos das longarinhas, a solda do lado de dentro poderá voltar a enferrujar porque não terá tratamento algum.. Mas isso já seria um problema menor..

Eu já pensei fazer um trabalho deses até porque o interior das longarinas do meu umm têm muita ferrugem, lama (porque estão abertas à frente), etc...

Cummprimentos


Hugo Castro





Em:
https://for-umm.pt/oldthreads/9410


A cera é semelhante à parafina mas com a diferença que se mantém sempre sólida mas a forma de preenchimento é igual.

Eu utilizo ácido fosfórico porque tenho acesso fácil a ele, quem não tiver terá de se contentar com conversor de ferrugem que não é tão eficaz mas também não cega nem faz feridas nas mãos. ATENÇÃO QUE ÁCIDO FOSFÓRICO É PERIGOSO! O que ele faz é quase milagre.

Quando soldares novamente os topos e tal como referi podes fazê-lo com eléctrodo de inox, ou TIG com vareta de inox ou ainda com MIG e dessa forma garantes que não vai haver corrosão na soldadura. Por fim aplicas ainda mais cera nos topos através dos orificios de purga ou buracos de parafusos.








De todas as sementes confiadas à terra, é o sangue derramado pelos mártires que faz levantar as mais copiosas searas
 

nxummjip

UMMzito
Registo
3 Mai 2010
Mensagens
104
Localização
Portugal
Estive a investigar e vou limpar bem o interior, depois encher com conversor de ferrugem, deixar atuar, depois primário e tinta.
Opiniões ou alternativas são bem vindas pois é apenas preparação de trabalho.
Pedro
 

jmmf

UMMzito
Registo
19 Jan 2012
Mensagens
108
Localização
Portugal
Boas,

Estou a iniciar o restauro do meu UMM e uma das primeira áreas a atacar será a ferrugem das longarinas, pelo que li deverei proceder da seguinte forma, corrijam se estiver errado:
1ª-retirar os topos,
2ª-com escovilhão e cabo extensor raspar e tirar toda a ferrugem (até onde se conseguir)
3ª-aplicar ácido fosfórico (de preferência- tendo bastante cuidado pois é um material perigoso), ou em alternativa conversor ferrugem
4ª-deixar atuar 24horas e posteriormente passar/lavar com agua
5ª-Caso não fique satisfeito com o resultado deverei repetir os passos 2,3 e 4?
6ª-aplicar cera pelo orifícios já existentes, e claro aproveitar os topos abertos
7ª-soldar os topos com elétrodo de inox, TIG ou MIG
8ª-terminar de preencher as longarinas na zona dos topos através dos furos dos parafusos.
Trabalho concluído

Presumo que esteja tudo, no entanto como vou decapar o UMM com jato de areia exceto portas e capot, o mais aconselhável será decapar primeiro e posteriormente tratar das longarinas, correto?

João Fernandes
 
Registo
29 Abr 2012
Mensagens
895
Localização
Portugal
Eu no meu abri os topos , raspei o interior com um ferro de construção de 16 com uma lamina em barra soldada na ponta , depos lavei a pressão para tirar a porcaria , conversor à pistola , nova lavagem à pressão , mais conversor e sldaei com mig.Deve durar mais 25 anos.Podes ver como estavam as minhas no meu tópico do restauro.
Se vais decapar a jato aproveita para limpar as longarinas por dentro e espeta-lhe daquele primário maritimo dos contentores.

Alcobaça

[email protected]
 
Top Inferior