• Bem-vindo/a Convidado

    O ForUMM/For-UMM é um espaço público on-line de debate de temas ligados aos veículos da marca UMM, aberto a todos os interessados que nele queiram participar de acordo com as condições especificadas em Termos e Regras – ver no fim da página.

    Sem registo, não terá acesso à totalidade da informação que consta nesta plataforma!

    Após o registo deverá apresentar-se à comunidade, seguindo as regras apresentadas no momento de se apresentar. Após a aprovação da apresentação estará pronto para participar no ForUMM/For-UMM em toda a sua plenitude.

    Junte-se a nós! Esta comunidade recebe com gosto quem quer participar.

    A Administração, ForUMM.

Mariquices

cupraTT

UMMzito
Registo
8 Abr 2006
Mensagens
65
Localização
-
Chegou a hora de começar a fazer algumas mariquices de embelezamento do meu UMM Tenho 4 áreas distintas:

1 - Forro: O meu forro interior já está muito mal tratado. Rasgado em alguns locais e bastante "queimado". Sabem qt custa +/-, mandar forrar as laterais e o tecto? Conhecem alguém que trabalhe bem nisso, aqui na zona de Lisboa?

2 - Revestimento do chão: Em tempos andei com a mania de meter alumínio, mas já vi que não é a melhor opção. Em princípio vou á Av. Berna, em Lisboa, a uma casa de borrachas e plásticos, e forro o chão todo a borracha, que é prático, lavável, e sempre deixa a chapa "respirar", e posso tirar qd quiser. O que acham? Alguém já fez isso? É muito difícil?

3 - Podres : Felizmente não tenho quase nenhuns, mas nas quinas da capota, a tinta está a começar a estalar devido a uns pontes de ferrugem. O que devo fazer? Descascar aquilo e por primário e pintar? Que tipo de primário?

4 - Quero fazer uma mala/caixa de ferramentas para colocar por baixo do banco traseiro. Já alguém fez isso e que possa dar umas dicas e até meter aqui o "esquema com medidas, etc....

E é tudo Desculpem a extensão do pedido, mas como devem calcular, no início á sempre muita coisa a fazer e os conhecimentos não são muitos

CupraTT - Daniel


 
Registo
8 Jun 2006
Mensagens
1.269
Localização
Portugal
Daniel:
Quanto a estufador, tente um (excelente) no Bairro do Zambujal, perto de Alfragide (Sr Manuel). ( é muito conhecido naquele bairro)

Em relação ao aluminio, não aconselho porque em contacto com chapa de aço, desde que se interponha um qualquer liquido acidulado (ex. chuva, ou água salgada) todo o conjunto (aluminio+agua+ferro)forma uma pilha galvanica que tende a corroer o aço ou a liga leve. Este fenomeno dá-se por exemplo nos antigos Land Rover em que a parede que separa o motor é em aço e o resto daquela "porcaria" é liga leve.

Quanto a pontos de corrosão tem que ter em consideração o seguinte:
Que tipo de corrosão? e em que tipo de material!

Se for ferro (aço) terá que passivar (neutralisar) a alteração que já está demontrada (a ferrugem) na chapa. Para isso terá que limpar com lixa grossa ou escovilhão a oxidação existente, e logo a seguir pintar por cima dessa zona com um transformador (passivador) de ferrugem, após lixar não passe com os dedos todos cag... ou mesmo limpinhos, porque levam sempre gordura e em nada ajuda a acção do produto.
Este passivador/transformador pode ser adquirido em qualquer boa casa de tintas (ex. Robialac etc), deverá ser do tipo que não necessita ser retirado antes da pintura final. Antes dessa pintura final deverá aplicar um BOM primário anti-ferrugem (a Dyrup tem um de cor castanho escuro).

Quanto a ligas leves é outro problema muito mais grave. O aluminio cria em determinadas situações uma calamina (um oxido de aluminio) muito dificil de neutralizar, obrigando a tratamento quimico complexo e muito caro, para parar a sua acção (se tiver alguem conhecido na reparação de aviões, é mais fácil !!!). Geralmente a corrosão nas ligas leves leva á sua decomposição em elementos primordiais.
Se for esse o seu caso, na tal boa casa de tintas, encontra um primário (de 2 componentes) para ser aplicado sobre o aluminio, depois de o ter limpo como fez com o aço/ferro.

Nestes 2 casos, convém limpar um pouco para além da zona oxidada, mas não adianta aplicar estes produtos quimicos em chapa sã, pois aí não têm qualquer acção, apenas deverá utilizar aí os tais primários.

Ao dispor

João

P.S. Quando utilisar um passivador de oxido de ferro (ferrugem), misture muito bem o liquido (geralmente tem depósito no fundo) e ponha uma pequena quantidade numa tampa de plástico, nunca vá buscar mais liquido à embalagem original com o pincel que já passou pelas zonas oxidadas. O que sobejar deite fora, não volte a por no frásco. Esses procedimentos levam á deterioração rápida do passivador.
 

toz

UMM
Registo
31 Mar 2006
Mensagens
1.892
Localização
Portugal
Ehehehheheh...
Silencio que se cantou o fado...

Muito bem!
Agora a dúvida seguinte. Nós temos aplicado a chapa de aluminio no chão mas no meio aplicamos cera. Será que fica protegido???

Cumprimentos, Tozé.
www.UMMistas.com

Deus é bom, mas o vinho...
 

Jagoz

Administrator
Staff
Registo
28 Mar 2006
Mensagens
1.160
Localização
Djibouti
tb ando para dar um tratamento desses ao meu xaruto... mas a preguiça e a falta de euros...

ainda bem que há malta que diz como, para depois só ter de fazer isto uma vez!!!

UMM abraço
Jagoz | José Sardinha
 
Registo
8 Jun 2006
Mensagens
1.269
Localização
Portugal
Tozé
Tudo é relativo. Na prática e com as condições atmosféricas (sem neve/gelo/sal) do nosso País este tipo de oxidação vai dar-se lentamente. Será utópico pensar, por muito que amemos uma viatura, que a teremos pela eternidade (nós geralmente acabamos primeiro:dizzy_face:). Portanto, desde que se isole de todo o tipo de humidade os dois materiais metálicos diferentes que estão em contacto, este problema não nos deve preocupar.
Para isso deveremos ter atenção em aplicar um bom primário (ex. à base de zinco)e pintar os planos em contacto, para além disso (muito importante) os pontos de fixação das chapas de aluminio à carroceria deverão ficar isolados da tal humidade(antes da chapa de alum., entre a chapa de alum. e a chapa de aço e depois da chapa de aço). Poderá conseguir isso fácilmente com anilhas de borracha, silicone, ou Mastik.
Como as chapa do automóvel geralmente já estão pintadas, devemos ter cuidado apenas no lado do alum. que vai ficar virado para o carro.
Ao dispor
João
 

toz

UMM
Registo
31 Mar 2006
Mensagens
1.892
Localização
Portugal
Temos tido esse cuidado do isolamento, a cera era para não deixar entrar humidade para o meio da chapa e do aluminio.

Obrigado pela dica.

Cumprimentos, Tozé.
www.UMMistas.com

Deus é bom, mas o vinho...
 

cupraTT

UMMzito
Registo
8 Abr 2006
Mensagens
65
Localização
-
Obrigado João. Excelente explicação... OS meus pontos de ferrugem é tudo na chapa... acho que eu mesmo, vou meter mãos á obra.


quote:Originally posted by verdes rádios

Daniel:
Quanto a estufador, tente um (excelente) no Bairro do Zambujal, perto de Alfragide (Sr Manuel). ( é muito conhecido naquele bairro)

Em relação ao aluminio, não aconselho porque em contacto com chapa de aço, desde que se interponha um qualquer liquido acidulado (ex. chuva, ou água salgada) todo o conjunto (aluminio+agua+ferro)forma uma pilha galvanica que tende a corroer o aço ou a liga leve. Este fenomeno dá-se por exemplo nos antigos Land Rover em que a parede que separa o motor é em aço e o resto daquela "porcaria" é liga leve.

Quanto a pontos de corrosão tem que ter em consideração o seguinte:
Que tipo de corrosão? e em que tipo de material!

Se for ferro (aço) terá que passivar (neutralisar) a alteração que já está demontrada (a ferrugem) na chapa. Para isso terá que limpar com lixa grossa ou escovilhão a oxidação existente, e logo a seguir pintar por cima dessa zona com um transformador (passivador) de ferrugem, após lixar não passe com os dedos todos cag... ou mesmo limpinhos, porque levam sempre gordura e em nada ajuda a acção do produto.
Este passivador/transformador pode ser adquirido em qualquer boa casa de tintas (ex. Robialac etc), deverá ser do tipo que não necessita ser retirado antes da pintura final. Antes dessa pintura final deverá aplicar um BOM primário anti-ferrugem (a Dyrup tem um de cor castanho escuro).

Quanto a ligas leves é outro problema muito mais grave. O aluminio cria em determinadas situações uma calamina (um oxido de aluminio) muito dificil de neutralizar, obrigando a tratamento quimico complexo e muito caro, para parar a sua acção (se tiver alguem conhecido na reparação de aviões, é mais fácil !!!). Geralmente a corrosão nas ligas leves leva á sua decomposição em elementos primordiais.
Se for esse o seu caso, na tal boa casa de tintas, encontra um primário (de 2 componentes) para ser aplicado sobre o aluminio, depois de o ter limpo como fez com o aço/ferro.

Nestes 2 casos, convém limpar um pouco para além da zona oxidada, mas não adianta aplicar estes produtos quimicos em chapa sã, pois aí não têm qualquer acção, apenas deverá utilizar aí os tais primários.

Ao dispor

João

P.S. Quando utilisar um passivador de oxido de ferro (ferrugem), misture muito bem o liquido (geralmente tem depósito no fundo) e ponha uma pequena quantidade numa tampa de plástico, nunca vá buscar mais liquido à embalagem original com o pincel que já passou pelas zonas oxidadas. O que sobejar deite fora, não volte a por no frásco. Esses procedimentos levam á deterioração rápida do passivador.

 
Top Inferior