• Bem-vindo/a Convidado

    O ForUMM/For-UMM é um espaço público on-line de debate de temas ligados aos veículos da marca UMM, aberto a todos os interessados que nele queiram participar de acordo com as condições especificadas em Termos e Regras – ver no fim da página.

    Sem registo, não terá acesso à totalidade da informação que consta nesta plataforma!

    Após o registo deverá apresentar-se à comunidade, seguindo as regras apresentadas no momento de se apresentar. Após a aprovação da apresentação estará pronto para participar no ForUMM/For-UMM em toda a sua plenitude.

    Junte-se a nós! Esta comunidade recebe com gosto quem quer participar.

    A Administração, ForUMM.

História UMM

Inactive

Mestre
Registo
26 Mar 2006
Mensagens
7.491
Localização
-
No tópico da minha apresentação aproveitei pra fazer uma sugestão ao forum, mas como parece ter passado despercebido, volto aqui a deixar a minha sugestão.
Como não encontrei outra secção melhor para esta dica que gostava de dar aqui vai:

Parece-me que não existe nenhuma secção sobre a historia da Marca.

Penso que seria bastante interessante saber um pouco mais sobre o UMM.

A minha ideia seria mais no sentido de haver algo sobre os modelos fabricados pela UMM, quais as versoes, em que anos sairam, qual o numero de unidades produzidas e em que anos, o inicio da fabricação, o fim, numeros de chassis das unidades produzidas o UMM 2000, caracteristicas dos varios modelos, etc. Isto soa a Biblioteca...

Alguém sabe quantos UMM foram produzidos? para que mercados foram vendidos? Quantos? Isto seria uma página da História de Portugal, e que deveria ser escrita com a colaboração de todos.

Sobre este assunto apenas vi um tópico(penso que do sitefixe) sobre o código das cores usadas pela marca. Isto seria bastante interessante, pois um dia quando achar um cournil gostaria de optar por uma das cores de origem.

Fica a minha dica...

Se não acharem bem o próposito do Tópico, podem evidentemente apagá-lo.

Cumprimentos
Moreira
 

trekker

UMM
Registo
30 Mar 2006
Mensagens
206
Localização
-
Boas,
O ideal, ideal, seria que toda a informação que está em Queluz, na UMM, fosse recolhida e devidamente guardada, por ex: pelo clube UMM. Quando lá estive, eram caixas e caixas de dossiers e pastas com informação sobre envios para angola, moçambique, guiné, argélia etc...
Não tenho grandes dúvidas em como mais dia menos dia aquela informação segue para o lixo.
 

Inactive

Mestre
Registo
26 Mar 2006
Mensagens
7.491
Localização
-
quote:Originally posted by trekker

Boas,
O ideal, ideal, seria que toda a informação que está em Queluz, na UMM, fosse recolhida e devidamente guardada, por ex: pelo clube UMM. Quando lá estive, eram caixas e caixas de dossiers e pastas com informação sobre envios para angola, moçambique, guiné, argélia etc...
Não tenho grandes dúvidas em como mais dia menos dia aquela informação segue para o lixo.
Infelizmente também penso que sim.:dizzy_face:

Será que existe alguma forma de se ter acesso a essa documentação?
Seria bom contactar o clube UMM no sentido de ver que informações têm eles...

Moreira
 

nunumm

UMM
Registo
30 Mar 2006
Mensagens
1.716
Localização
Portugal
posso já deixar o que tenho até ao momento...

Historial e cronologia da linhagem do

COURNILS/AUVERLAND/UMM



Após a Guerra Bernard Cournil monta uma garagem em Aurillac, é o início da aventura Cournil (ao início, do Jeep Willys MB com um tecto)

Nos anos 50, Cournil inicia a construção de uma viatura chamada “Cournil”, Chassis monobloco com as primeiras motorizações a diesel e carroceria de Jeep Willys . Foi franco sucesso local

Esta primeira versão utiliza grande parte das peças de um Jeep Willis, incluindo o quadro

1960
Nova carroceria monobloco, de formas angulosas características: o Tracteur Cournil tipo JA1, equipado do diesel Hotchkiss dos tractores Fergusson

1964
Novo motor diesel (Leyland) - aumento de potência.
Montagem de um eixo autoblocante (uma estreia na França)

1968
Criação de British-Leyland, que propõe à Cournil um diesel LAND ROVER. Equipa cinquenta JA2. Os outros recebem uma mecânica RICARDO (Massey Fergusson)

1970
Liquidação judiciária da empresa. O filho de Bernard, Alain COURNIL, retoma o projecto.

1971
Produção de cerca de 80 Cournil até 1977

1976
Associação com a sociedade Stemat (com sede em Decazeville) para tornar-se fornecedor dos exércitos e de bombeiros. Negociações com Gevarm, sucursal do grupo Gevelot, fabricando armas e munições, e UMM, Uniao Metalo Mecanica, sociedade portuguesa.


Partição da marca Cournil, dando origem à UMM e à Auverland

1977
UMM -UMM compra a licença e os direitos de comercialização do Cournil longo para o resto do mundo. Cournils carimbados UMM vêem o dia em Portugal, sob a denominação "Empresário". Gevarm guarda o monopólio de fabrico do Cournil para a França.
Os primeiros modelos adoptaram o nome do seu criador, ficando deste modo com a designação UMM 4x4 Cournil disponíveis em três versões, o Tracteur, o Randonneur e o Entrepreneur.


1978
UMM -Gevarm parece querer vender jipes no Reino Unido. UMM instaura processos e quebra o contrato, mas autoriza a venda de Umm-Cournil na França.

Auverland -Gevarm guarda o monopólio de fabricação do Cournil para a França


1979
UMM -As portas do veículo passam a ser embutidas e de tecnologia quinada. Em termos de modelos, passa a ser simplesmente UMM 4x4 com uma única versão Entrepeneur.


1980
UMM -Comercialização do UMM ALTER I.

Autoland -Gévarm revende a actividade Cournil à sociedade SIMI.
Produção de 560 Cournils de todas as espécies, essencialmente vendidos às administrações

1982
UMM -introdução do novo motor indenor XD2 2.3D.
Estreia da UMM no rali Paris-Argel-Dakar. 3 UMM começam e 3 chegam ao final

Auverland - apresentação do TROPIC, orientado para o lazer, da sociedade AUTOLAND, criada por François SERVANIN (concessionário BMW), que retoma a actividade.
Portas de maior dimensão e uma carroçaria optimizada ao nível da estrutura.

1983
UMM - UMM no rali Paris-Argel-Dakar. 4 UMM começam e 4 chegam ao final

1984
UMM - UMM no rali Paris-Argel-Dakar. 5 UMM começam e 5 chegam ao final, apesar de 3 serem desclassificados por excederem o tempo máximo para finalizar uma etapa.

1985
UMM -Saída do Alter em Portugal (2.5D apenas).
Designação final, UMM Alter 4x4.
Dezembro: criação da sucursal francesa UMM França. Forte compromisso junta os profissionais e a administração.
Última prestação dos UMM no rali Paris-Argel-Dakar. 4 UMM começam e nenhum chega ao final. Todos vão por iniciativa e preparação francesa, embora uma das equipas a conduzir seja portuguesa.

Auverland - Autoland torna-se AUVERLAND devido ao nome ser ultrapassado

1986
UMM -Abril de 1986: 1as entregas do Alter 2.5D no mercado francês. Unicamente disponíveis em caixa de 4 velocidades, com motor XD3P (76 CV) e 4 travões de tambor.
Nova Caixa de 4 Velocidades da Peugeot, nova Caixa de Transferência UMM, nova Suspensão, daí a nova designação UMM Alter II.

Auverland - Aparecimento Auverland A3


1987
Introdução do motor 2.5 L Turbo Intercooler, caixa de 5 velocidades, travões de disco ventilados à frente e direcção assistida.

1988
Apresentação do UMM ALter II TurboD (motor XD3-TE intercooler), com caixa de 5. Nova carroceria


1989
Novas carrocerias: chassis longo em soft-top e pick-up

1990
Novas carrocerias: em chassis longo, com cabina e cabina dupla.


1991
A sede da UMM em França deixa a Avenida do Grande Exército em Paris para Santo Ouen (93)


1992
Novo painel de instrumentos, novos painéis de portas. Novos amortecedores, novos retrovisores, faróis H4 reguláveis e aumento do CA de 30.9% nos 8 primeiros meses


1993
As vendas caiem para alguns modelos apenas, por ano.

1994
Início da reestruturação da empresa e final da produção em série dos veículos.


1996
Último exemplar conhecido vendido antes do acordo da comercialização de veículos novos na França (UMM camping-car de um membro do clube)

1997
Aparecimento de adaptações do UMM atmosférico com caixa automática de 3 velocidades, realizadas por Robert Hernandez com o objectivo de propôr outras alternativas.

2000
Regresso de UMMs novos em França. Homologação de veículos equipados do 2,1L TurboD do Peugeot 406. Os ensaios da imprensa são muito positivos. Mas são realmente apenas veículos pré-série de 3 protótipos, e um entre eles pertence a um membro do clube.
Produção do UMM Alter II, com nova mecânica. Motor 2.1 L da Peugeot (maior binário, menor consumo e menor ruído), novos eixos, novos travões e suspensão remodelada.
É adoptada uma filosofia de fabrico por encomenda, inclusive para clientes particulares.


Cumps UMMistas
Nuno
 

semilha

UMMzito
Registo
31 Jul 2006
Mensagens
111
Localização
-
Boas ! Alguem sabe se existe o cournil versão curta de série ou é uma transformação ?, necessito desta informação com alguma urgência , pois estou quase comprador de um cournil curto de dois lugares apenas. Se alguem souber se é de série que diga qq coisa. Umm abraço.
 

nunumm

UMM
Registo
30 Mar 2006
Mensagens
1.716
Localização
Portugal
Existiu um modelo mais curto que o normal Cournil, mas em portugal que eu saiba só existem 3 originais...
Penso que a melhor verificação para ver se é de origem é verificar se o chassis foi cortado... e o local para melhor fazer isso seria por trás dos bancos da frente, retirando o bocado a mais, e de seguida soldar.



Cumps UMMistas
Nuno
 

semilha

UMMzito
Registo
31 Jul 2006
Mensagens
111
Localização
-
Obrigado Nuno pela resposta. O actual dono garante que o cournil curto é de origem, tem montado um motor de 2500 TD de 98 cv e caixa de 5 velocidades que não é de origem ( nem o motor nem a caixa ). Não há problemas nas inspeções pelo facto de o motor e caixa não serem os originais ? Alguem sabe alguma coisa sobre isto ?
 

nunumm

UMM
Registo
30 Mar 2006
Mensagens
1.716
Localização
Portugal
O cournil é lindo... parece militar...
Em relação a inspecções... se eles nao perceberem a alteração passa, agora se for um técnico que perceba minimamente de UMM, basta ver o motor para perceber que é de cilindrada superior à do livrete... ainda para mais com turbo, vê logo que no mínimo será o 2300 Turbo, ou então o 2500 dos Alter... (no livrete original desse UMM diz de certeza 2100 cc.)
Só por causa disso... porque trocar de motor podes desde que mantenhas a cilindrada que está no livrete, o que não é o caso...
Mas que o carro está bonito está... agora o preço!!!

Cumps UMMistas
Nuno
 

Inactive

Mestre
Registo
26 Mar 2006
Mensagens
7.491
Localização
-
Boas

Nuno essa e a versao dos franceses

mas ha ai pormenores ke nao foram bem assim
vou tentar emendar akeles ke conheço doutra forma

posso já deixar o que tenho até ao momento...

Historial e cronologia da linhagem do

COURNILS/AUVERLAND/UMM



Após a Guerra Bernard Cournil monta uma garagem em Aurillac, é o início da aventura Cournil (ao início, do Jeep Willys MB com um tecto)

Nos anos 50, Cournil inicia a construção de uma viatura chamada “Cournil”, Chassis monobloco com as primeiras motorizações a diesel e carroceria de Jeep Willys . Foi franco sucesso local

Esta primeira versão utiliza grande parte das peças de um Jeep Willis, incluindo o quadro

1960
Nova carroceria monobloco, de formas angulosas características: o Tracteur Cournil tipo JA1, equipado do diesel Hotchkiss dos tractores Fergusson

1964
Novo motor diesel (Leyland) - aumento de potência.
Montagem de um eixo autoblocante (uma estreia na França)

1968
Criação de British-Leyland, que propõe à Cournil um diesel LAND ROVER. Equipa cinquenta JA2. Os outros recebem uma mecânica RICARDO (Massey Fergusson)

1970
Liquidação judiciária da empresa. O filho de Bernard, Alain COURNIL, retoma o projecto.

1971
Produção de cerca de 80 Cournil até 1977

1976
Associação com a sociedade Stemat (com sede em Decazeville) para tornar-se fornecedor dos exércitos e de bombeiros. Negociações com Gevarm, sucursal do grupo Gevelot, fabricando armas e munições, e UMM, Uniao Metalo Mecanica, sociedade portuguesa.


Partição da marca Cournil, dando origem à UMM e à Auverland

1977
UMM -UMM compra a licença e os direitos de comercialização do Cournil longo para o resto do mundo. Cournils carimbados UMM vêem o dia em Portugal, sob a denominação "Empresário". Gevarm guarda o monopólio de fabrico do Cournil para a França.
Os primeiros modelos adoptaram o nome do seu criador, ficando deste modo com a designação UMM 4x4 Cournil disponíveis em três versões, o Tracteur, o Randonneur e o Entrepreneur.


1978
UMM -Gevarm parece querer vender jipes no Reino Unido. UMM instaura processos e quebra o contrato, mas autoriza a venda de Umm-Cournil na França.
pork terá sido?

Auverland -Gevarm guarda o monopólio de fabricação do Cournil para a França

mas kerem os chassis portugueses ke a UMM forneçeu durantes anos...mais um egnima?:)


1979
UMM -As portas do veículo passam a ser embutidas e de tecnologia quinada. Em termos de modelos, passa a ser simplesmente UMM 4x4 com uma única versão Entrepeneur.

desde 1977 ke todos os modelos..incluindo os randoneurs..ja levavam a sigla UMM4x4


1980
UMM -Comercialização do UMM ALTER I.
o primeiro alter 1 foi testado em 1983

Autoland -Gévarm revende a actividade Cournil à sociedade SIMI.
Produção de 560 Cournils de todas as espécies, essencialmente vendidos às administrações

1982
UMM -introdução do novo motor indenor XD2 2.3D.
Estreia da UMM no rali Paris-Argel-Dakar. 3 UMM começam e 3 chegam ao final

os motores eram 2500 cc indenoor no PARIS DAKAR e os 2.3 eram pra os entrepeneur que estavam na linha de montagem

Auverland - apresentação do TROPIC, orientado para o lazer, da sociedade AUTOLAND, criada por François SERVANIN (concessionário BMW), que retoma a actividade.
Portas de maior dimensão e uma carroçaria optimizada ao nível da estrutura.

1983
UMM - UMM no rali Paris-Argel-Dakar. 4 UMM começam e 4 chegam ao final
aki dois deles eram com motor PRV V6 2500cc e outros dois com os motores 2500 cc indenoor

Todos portugueses ..ouve mais 1 ou 2 de origem francesa..mas ficaram pelo caminho:)

1984
UMM - UMM no rali Paris-Argel-Dakar. 5 UMM começam e 5 chegam ao final, apesar de 3 serem desclassificados por excederem o tempo máximo para finalizar uma etapa.

os ke acabaram eram os 2 portugueses e os ke nao franceses :)

1985
UMM -Saída do Alter em Portugal (2.5D apenas).aki esta uma contradiçao a esse "historiasl..atráz diz ke o alter 1 sai em 1980 :)
Designação final, UMM Alter 4x4.desde 1977
Dezembro: criação da sucursal francesa UMM França. Forte compromisso junta os profissionais e a administração.
Última prestação dos UMM no rali Paris-Argel-Dakar. 4 UMM começam e nenhum chega ao final. Todos vão por iniciativa e preparação francesa, embora uma das equipas a conduzir seja portuguesa.

unicos portugueses a participar nesse ano eram mecanicos assistentes

Auverland - Autoland torna-se AUVERLAND devido ao nome ser ultrapassadocerto so ke ate a feira de geneve desse ano o autoland nao era conhecido por auverland..so a partir dessa feira se passou a conheçer com esse nome e outra carroçaria muito diferente das nossas

1986
UMM -Abril de 1986: 1as entregas do Alter 2.5D no mercado francês. Unicamente disponíveis em caixa de 4 velocidades, com motor XD3P (76 CV) e 4 travões de tambor.
Nova Caixa de 4 Velocidades da Peugeot, nova Caixa de Transferência UMM, nova Suspensão, daí a nova designação UMM Alter II.
certo dai os primeiros alteres 2 terem só 4 velocidades

Auverland - Aparecimento Auverland A3


1987
Introdução do motor 2.5 L Turbo Intercooler, caixa de 5 velocidades, travões de disco ventilados à frente e direcção assistida.

1988
Apresentação do UMM ALter II TurboD (motor XD3-TE intercooler), com caixa de 5. Nova carroceria



1989
Novas carrocerias: chassis longo em soft-top e pick-up

1990
Novas carrocerias: em chassis longo, com cabina e cabina dupla.


1991
A sede da UMM em França deixa a Avenida do Grande Exército em Paris para Santo Ouen (93)


1992
Novo painel de instrumentos, novos painéis de portas. Novos amortecedores, novos retrovisores, faróis H4 reguláveis e aumento do CA de 30.9% nos 8 primeiros meses


1993
As vendas caiem para alguns modelos apenas, por ano.

mas a UMM esteve a laborar kuase um ano pra acabar as imensas encomendas que tinha em carteira....um dos grandes misterios ate hoje???


1994
Início da reestruturação da empresa e final da produção em série dos veículos.


1996
Último exemplar conhecido vendido antes do acordo da comercialização de veículos novos na França (UMM camping-car de um membro do clube)

1997
Aparecimento de adaptações do UMM atmosférico com caixa automática de 3 velocidades, realizadas por Robert Hernandez com o objectivo de propôr outras alternativas.

2000
Regresso de UMMs novos em França. Homologação de veículos equipados do 2,1L TurboD do Peugeot 406. Os ensaios da imprensa são muito positivos. Mas são realmente apenas veículos pré-série de 3 protótipos, e um entre eles pertence a um membro do clube.
Produção do UMM Alter II, com nova mecânica. Motor 2.1 L da Peugeot (maior binário, menor consumo e menor ruído), novos eixos, novos travões e suspensão remodelada.
É adoptada uma filosofia de fabrico por encomenda, inclusive para clientes particulares.

aki falta a Historia dos heuliez?

Nuno nao leves a mal..mas esta versao dos Franceses nao está completamente certa e dai eu colocar estes apontamentos ke me foram facultados por pessoas FidgnigaS e livros e revistas da epoca que o afirmam


Cumps UMMistas
Nuno

Semilha..esse UMM Curto é mesmo um Randoneur (conheço-0)´nao sabia é ke tinha já um motor 2,5 turbo?

UMM abraço
madeira
 

Pedro

UMM
Registo
25 Set 2006
Mensagens
332
Localização
Portugal
Nuno parabens
dá para ver que és um verdadeiro apaixonado da marca.
forca continua que as geracoes vindouras ainda iram falar de ti.
UMM abraco
pedro
 

semilha

UMMzito
Registo
31 Jul 2006
Mensagens
111
Localização
-
Boas ! Madeira realmente penso que deves ter razão , porque este cournil é de origem francesa e a designação dele é cournil curt 2L 5 DT . Penso que seja 2 L de dois lugares ( realmente ele só tem dois ligares ) , e o 5 DT será 5 velocidades ( ele tem 5 velocidades ) e o DT será Disel Turbo ? eu sei que o motor tem 98 cv agora se é turbo ou não, não tenho a certeza ; mas vou saber ... UMM abraço.
 

semilha

UMMzito
Registo
31 Jul 2006
Mensagens
111
Localização
-
Boas Madeira ! mais um dado : o cournil é de 1980 . Será que nesta altura já existiam motores turbo diesel ?
 

nunumm

UMM
Registo
30 Mar 2006
Mensagens
1.716
Localização
Portugal
Obrigado Madeira... de facto tens razão... a data do Alter está errada de facto...
De resto obrigado pelos esclarecimentos extra... vou engrossar a informação...
Em relação ao Dakar, só referi os UMM, pois os outros que foram não iam como UMM, mas sim como Cournil, marca francesa. Tb tenho aqui imagens e dados desses carros todos que foram ao Dakar, com classificações, desistências, nomes de pilotos, fotos das viaturas, etc, quer como UMM, quer como Cournil... são cerca de 30 viaturas ao todo, mas as melhores prestações foi em nome de Portugal e como UMM, apesar de o melhor resultado de sempre ter sido um 12º lugar da geral em 1980, com um Cournil francês, todo aberto... sem vidros... incrivel.

Agora em relação aos Cournil:
Os 3 modelos de cournil que existiram são: Tracteur, Randoneur e Entrepreneur

O tracteur é mais curto e mais estreito,
O Randoneur é mais curto
O Entrepreneur é o mais comum em Portugal, o utilizado pelos militares, o tal conhecido por "porta curta"
Depois foi feito o de porta larga, como os Alter, mas continuou conhecido por Entrepreneur.

Esse modelo que queres comprar hás-de ver no livrete se não diz Randoneur.


Cumps UMMistas
Nuno
 

Inactive

Mestre
Registo
26 Mar 2006
Mensagens
7.491
Localização
-
Boas a TTodos

antes demais os meus parabens ao Moreira..por se ter lembrado deste tema...é um tema ke me interressa muito e penso ke a kualker um de nós...e ke infelismente tem sido pouco divulgado em Portugal pelos Media...e incluisive pelo antigo site oficial da UMM..existe muita imformaçao mas toda ela "dispersada"...mas concerteza o UMMJornal tratará de publicar(por fasciculos:) a verdadeira historia ou pelo menos a "possivel".

eu ontem "critikei um pouco" a historia dos "franceses" mas verdade seja dita..bem ou mal..pelo menos fizeram-na (embora muito resumida)

mas brevemente resumirei a Historia da origem do nosso jipe..mas pra nao "falar de cor" terei de consultar a minha "bibloteca" primeiro :)

mas posso desde já deixar um kestao..existem poucos..pouquissimos UMMs em portugal com os Verdadeiros Diferenciais DANA!!!??? menos unidades ke os ke existem com os diferenciais ingleses!!! e estes já sao Raros

Semilha..em 1980 nao exitiam motores indenores Turbo ..existiam sim nessa altura os famosos 2.3 TD mas estavam e eram montados noutros modelos como por exemplo o Talbot ou mais frekente nos peugeot 505 carro e cabriolet (topo de gama na altura da peugeot)emtre outros


Já agora ...esse filtro de ar ke esse randoneur tem nao é de origem desse modelo...essa invençao de usar o filtro ~por cima da cava e por fora dos capots...foram os portugueses ke inventaram em 1982..akuando da 1ª partipaçao no Paris-dakar ..pork pensaram ke assim entrava mar ar fresco..mas cedo se aperceberam..ke o ke mais entrava era areia e Pó :)..ke tinham ke andar sempre a limpar :)

cUMMprimenTTos
madeira

PS: Nuno esse 10 Lugar..nao terás a referir-te ao lugar alcançado em 83 pelo tb jipe Portugues POrtaro com a dupla de franceses Kurrer-Zanone...?

 

filipeumm

UMMzão
Registo
29 Mar 2006
Mensagens
2.791
Localização
Portugal
quote:Originally posted by madeira



Semilha..em 1980 nao exitiam motores indenores Turbo ..existiam sim nessa altura os famosos 2.3 TD mas estavam e eram montados noutros modelos como por exemplo o Talbot ou mais frekente nos peugeot 505 carro e cabriolet (topo de gama na altura da peugeot)emtre outros


Madeira o 2.3Td tambem é indenor!!;)


Filipe Pinheiro
 

Inactive

Mestre
Registo
26 Mar 2006
Mensagens
7.491
Localização
-
Boas

Filipe tens toda a razao :)

o ke eu devia ter dito era ke nao havia turbos indennors feitos em barcelona...:)

já agora..todos os blokos feitos em França tem lá uma marcaçao ke os distingue de outras origens!

cUMMprimenTTos
madeira
 

nunumm

UMM
Registo
30 Mar 2006
Mensagens
1.716
Localização
Portugal
O 10º lugar de facto foi pelo Portaro... enganei-me...
O tal Cournil de que falei foi em 1980 e ficou em 12º lugar...

E Madeira... não tens que pedir desculpas... eu é que agradeço as emendas, pois pretendo ter o historial todo correcto, por isso peço que emendem o que estiver mal para ter a história o mais correcta possível...
De resto continuo a aguardar tudo o que me possam enviar para aumentar o espólio de tudo o que tenha a ver com a UMM, e que depois poderei ceder tanto ao clube como ao jornal UMM... neste momento já tenho um dossier com mais de 200 folhas de informação... é sempre a aumentar...

Cumps UMMistas
Nuno
 
Top Inferior